domingo, março 16, 2008

TODOS OS PERSONAGENS DO MUNDO




Quando me dei conta de minha existência, eu era apenas um JOVEM TÖRLESS. Ainda havia muitas indecisões. Eu era ainda muito ambíguo. Até podia exercer o mal, pensando estar fazendo o bem. Tinha uma visão maniqueísta do mundo, e isso não me agradava. Então me tornei um pouco REITING, praticante de todos os tipos de vilanias existentes. Mas como não sabia ser apenas algoz, fui aos poucos me tornando BASINI. O que me transformou de certa forma em vítima. E como não aceito nem ser vítima de mim mesmo, esse personagem não me cabia, nenhum desses personagens me cabia! Quando eu fui todos eles, ainda era muito JOVEM.


Com o passar dos anos fui aos poucos me tornando um pouco WERTHER. SOLIDÃO e SOFRIMENTO eram tão importantes como paixão platônica. Vivia da tempestade ao ímpeto! Mas o crescimento passa por descobertas, multidão, e paixões correspondidas. E eu ainda era JOVEM.








Descobri um dia que eu podia ser TOMAS. Como é bom poder mudar de personagem! Foi quando me invadiu uma INSUSTENTÁVEL LEVEZA DOS SER. O sexo se tornou não apenas prazer, mas também liberdade. A liberdade significou viver. Esse me pareceu ser o melhor personagem. Sem culpa, sem paixão, sem medo, sem remorso. Apenas livre e convicto. Somente encantado em viver a vida, sem estar apegado a ela. Eu apenas vivia!








E no meio das dores do prazer de viver, a vida me transformou em DORIAN GRAY. O que me causou certo problema em ter que esconder o seu (meu) RETRATO. Sempre muito trabalhoso. Muito mais trabalhoso do que exercer algum lado negro ou praticar qualquer tipo de vilania. Melhor era viver na superfície, num mundo raso e apenas de aparência. Hedonismo, por favor, hedonismo! Personagem esse um pouco velhaco, apesar de aparecia muito jovem. Nada disso me cabia. Eu não caibo em nada disso.


Preferi, então, ser apenas eu, mais um JOÃO, e nascer eu mesmo, personagem diferente a cada dia. Como se um resto de poeira cósmica não pudesse ser o que quiser.

26 comentários:

José Vitor Rack disse...

tão bom poder chegar a conclusões sobre o que somos e poderíamos ser... ainda não consigo essa elevação.

SINOPSE INACABADA

IDÉIA NOVA

Scliar disse...

O melhor personagem de todos, sem dúvida, é você mesmo, criado e recrado todos os dias! boa semana! ethel sc

Davi Arloy disse...

Ah, gostei da criatividade cara!

Eu li O Retrato de Dorian Gray. Muito bom mesmo. É bacana conseguir fazer esse paralelo entre a realidade e a ficção.

Abs

Bruna Battirola disse...

legal isso...q bom q vc consegue refletir sobre quem és...isso facilita muito nossa vida


http://felizanovelho.blogspot.com

caio arroyo disse...

Eu acredito que existe uma enorme diferenca entre o que somos para o mundo e o que somos para si mesmo, nunca voce vai achar que veja o q vc realmente é ou tenta ser no minimo.Otimo texto e gostei dos exemplos

Rafael Moreira disse...

Sinceramente, tô boiando no assunto,
Li algumas postagens anteriores, seu blog aborda um assunto bem interessante...

Até mais
www.tablito.blogspot.com

Portal disse...

Ótimo post. 'Quando pensamos que sabemos todas as respostas vem a vida e muda todas as perguntas'. Sempre é bom refletir sobre isso!

Abraços.

Renato Barbosa disse...

Embora durante toda nossa vida ... possamos usar "mascaras" .. com o objetivo de forças momentos, sentimentos e crenças ..

Descobrimos um dia .. que é impossivel viver sem ser nos mesmos ..

Abraços .. Fui .
http://www.renatobarbosa.blogspot.com/

Bruna disse...

Ser nós mesmo , apenas nos inspirarmos em outras pessoas pode nos tornar pessoas melhores ')

Ricardo Jung disse...

gênios meu amigo

werter mudou minha vida na antepenúltima vez que ela foi mudada

abraço!

Magazine ÓPe disse...

Legal!

biel9124 disse...

fico doido até
mas bem que
podia ter
mais
alguns...

Natália Coelho disse...

Muito bom o seu texto,falando sobre os vários personagens que agt "encarna" durante á vida, e nunca paramos exatamente em um,no final o bom é ser o que mais lhe agrada não é mesmo?

Me fez refletir!

Abraços

Dona Moça disse...

Que loucura tds essas alusões aos personagens..

Personagens sem-igual por sinal.

Daí, eu li Werther, Dorian Gray, e a Insustentável Leveza do ser..
Todos ótimos! ^^

Gostei do final, quando você fala em ser vc, João..personagem único.

LUCAS DE OLIVEIRA disse...

gostei do seu blog!

e, aproveitando a oportunidade...
o q vc acha de sermos amigos?

já estou linkando vc no meu!

http://lucasjdeoliveira.blogspot.com/

link-me tbem!

abçs

Everaldo Ygor disse...

Olá...
um belo post...
Confesso que até hoje sou o Jovem Werther... E que costuma caminhar em Outras Andanças...
E ao apreciar isso aqui, vou reler o Werther...
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

ED CAVALCANTE disse...

CARA, SOU GEÓGRAFO TAMBÉM! Ó, NÃO SEI SE ESSA NARRATIVA REVELA UMA CRISE EXISTENCIAL OU UMA FORMA DE VIDA MUTANTE, UMA METAMORFOSE AMBULANTE, COMO DIRIA O RAUL! NÃO ENTENDI BEM O SENTIDO DO TEXTO!

vitor marques da silva disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
LUCAS DE OLIVEIRA disse...

já está linkado, caro amigo!

desculpe-me pelo lapso!


abçs

Kid disse...

digamos que foi criativo!

Charles Araújo disse...

A vida nos leva muitas vezes a ter que incorporar atitudes de personagens que admiramos...
E na verdade essa é uma das graças de viver!

Jana Cambuí disse...

Ai, que bonita essa sua viagem pelos "eus" que podemos incorporar através dos personagens famosos. Adorei. Me deu até vontade de me imaginar como algum personagem de Kafka, ou o Raskólnikov de Dostoiévski...

Tiago Castelo disse...

Opa! Tudo bom/ Passando só pra agradecer pelo comentário e, pq a pessoa que o André estava vendo no metrô não seria homem? Fiquei curioso.

http://tiagocastelo-contos.blogspot.com

Hairon Almeida disse...

Vamos fechar a parceria então.



Eu te linko blz?!

Georgia disse...

É tao bom amadurecer com sentido e diferenca. Amei as comparacoes.

Viemos aqui para te convidar para uma blogagem coletiva com o titulo:
O que voce pode fazer para acabar com o analfabetismo no Brasil?

Que acontecerá no proximo dia 18 de abril, dia nacional do livro.

O post convocatoria voce pode ler no blog da Georgia (http://saia-justa-georgia.blogspot.com/) e no blog da Meiroca (www.meiroca.com).

Caso voce tenha algo a dizer a respeito, deixe um comentario no blog da Georgia ou da Meiroca, para que possamos te incluir.

Participe e divulgue em seu blog.

Georgia e Meire

Georgia disse...

Obrigada por aderir a blogagem. Ajude a divulgá-la, pegue o selinho lá no blog.

Bom dia!!!Guten Morgen.